FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Alunos e alunas do Colégio Sinodal de São Leopoldo discutem sustentabilidade

Cerca de 300 alunos e alunas do Colégio Sinodal de São Leopoldo (RS), do 1º ao 5º ano, participaram da palestra sobre a Rio+20, realizada no dia 11 de outubro, dentro do projeto “Sinodal conectado com a Rio+20: da conscientização à ação”. “A ideia surgiu com a divulgação na imprensa sobre o evento, realizado no Rio de Janeiro, em junho”, disse coordenadora pedagógica do Ensino Fundamental – Anos Iniciais, professora Caren Bühler.

“Fizemos uma primeira discussão e reflexão, em uma das nossas reuniões, sobre o evento em si e sobre nossa responsabilidade enquanto instituição de ensino, em trabalhar a temática da sustentabilidade”. A partir daí, foi feita uma pesquisa informativa sobre o significado do evento e seu histórico, surgindo então o projeto. A elaboração do título, das justificativas, das atividades e do cronograma teve a participação de todos professores e todas professoras, sob a orientação das coordenações do nível fundamental.

Uma das ações propostas foi convidar alguém que tivesse participado da Rio+20, para dar seu depoimento. “Por meio da indicação da FLD, convidamos Raquel Helene Kleber, que participou do projeto Criatitude, uma parceria da FLD com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB)”, contou Caren. “Sua fala contribuiu muito para a aprendizagem dos/as alunos/as”.

O projeto "Sinodal conectado com a Rio+20" segue com atividades até o mês de novembro, quando acontecerá a Multifeira. Esta será decorada e organizada com a temática da sustentabilidade –. “Isto, no entanto, não significa o final das reflexões”.

Conheça alguns detalhes do projeto do Colégio Sinodal de São Leopoldo

Justificativa:

  • A escola do século XXI está inserida em um contexto social caracterizado pela ambivalência. 
  • Por um lado, o avanço tecnológico oportuniza a ampliação do conhecimento científico e o acesso quase total dos educandos às diferentes ferramentas deste aparato da tecnologia. Por outro lado, existe uma preocupação constante da sociedade em geral sobre os efeitos desse desenvolvimento na natureza e os consequentes prejuízos à sobrevivência da vida animal do nosso planeta.
  • A escola deve ser um espaço de relações pautadas na cooperação, ética e humanização e, assim, construir novos olhares em relação às problemáticas do contexto.
  • O evento Rio + 20 (ocorrido em junho de 2012) foi de grande significado e o Ensino Fundamental – Anos Iniciais do Colégio Sinodal se conectou com as discussões.
  • Independente dos resultados obtidos na instância Rio + 20, o Colégio Sinodal Anos Iniciais pretende resultados conectados com a proposta oficial: uma mudança de comportamento a partir das reflexões e atividades realizadas, que visem a sustentabilidade. 

Objetivos específicos: 

  • Analisar os propósitos e debates ocorridos na Rio + 20
  • Avaliar os resultados desse evento frente aos objetivos iniciais
  • Organizar reflexões e atividades gerais (todas as turmas) que contribuam com as reflexões sobre a sustentabilidade
  • Organizar atividades por séries vinculadas às reflexões gerais
  • Organizar a Multifeira de 2012 com o tema do projeto

Temáticas a serem abordadas e estudadas:

  • Consumo responsável
  • Consciência planetária
  • Cuidados e economia de água
  • Sacolas plásticas, ainda uso?
  • Água do planeta em São Leopoldo