FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Apelo à solidariedade para o fim do holocausto de crianças em Gaza

5-08-2014

O Programa de Acompanhamento Ecumênico na Palestina e em Israel - PAEPI -, que recebe apoio da FLD através do projeto Promovendo uma Paz Justa, compartilha o apelo da Pastoral da Juventude do Conselho Latinoamericano de Igrejas (CLAI) pelo fim da violência contra a Palestina. Confira:

Apelo à solidariedade para parar o holocausto de crianças em Gaza

Às igrejas e organismos ecumênicos, membros do CLAI, mídia, partidos políticos

Queridos irmãos e queridas irmãs,

Com profunda preocupação temos sido espectadores/as de uma escalada de violência que parece não ter fim e que está devastando o povo da Palestina. As informações que chegam através da mídia são confusas e, na maioria das vezes, tendenciosas. Não é possível justificar o terrorismo, e os mísseis israelenses são armas terroristas que estão atingindo alvos civis indiscriminadamente. Dos bombardeios excessivos, os mais afetados são as crianças e a juventude. A organização Al Mezan, com sede em Gaza, atua na área de Direitos Humanos e trabalha em estreita colaboração com a ONU e pelos Direitos Humanos, verificou a morte de 132 crianças entre 7 e 21 de julho.

A metade da população de Gaza tem menos de 18 anos. As crianças palestinas têm muitas histórias para contar, sobre como esta situação traumática enfraquece sua sensação de segurança, como estão presas ao medo, à ansiedade e ao estresse. Vêem suas casas sendo destruídas, seus irmãos e irmãs sendo mortos e mortas por projéteis e não não entendem o que está acontecendo. Não tem para onde ir. Sentem-se impotentes.

Esta guerra é uma ameaça devastadora para a saúde física e mental de crianças de todas as partes envolvidas, com possíveis consequências para a vida.

Como Pastoral Juvenil de Cultura de Paz nos solidarizamos com o povo de Gaza. Como igrejas comprometidas com o Deus da Vida, reivindicamos a justiça, a paz e direitos, dizemos em voz alta:

  • Repudiamos veementemente estes ataques cruéis contra o povo de Gaza; ataques destemperados a partir de qualquer ponto de vista.
  • Solicitamos o cessar-fogo alcançado em novembro de 2012.
  • Exigimos espaços seguros para crianças, adolescentes e jovens.
  • Exortamos a recuperar o respeito do direito humanitário internacional para proteger os civis.

Quando essa comunicação for realizada, possivelmente a Palestina continuará sob a invasão de Israel. A violência parece não ter fim, no entanto, é um elemento cultural. Como tal, pode ser aprendido e desaprendido pelo povo, para dar espaço para o ensino de uma cultura de paz duradoura. É hora de semear novas sementes, sementes de esperança, de um novo mundo, uma nova paz. Assim, apelamos a todas as autoridades e todos os partidos políticos, meios de comunicação e qualquer agente social a unir esforços para alcançar a paz entre os povos.

Por um mundo sem guerra!

Pastoral Juvenil de Cultura da Paz Juventude 

Conselho Latino Americano de Igrejas CLAI

Assinam:

  • Jessica Mora - Coordenadora Continental da Pastoral Juvenil de Cultura de Paz
  • Geraldine Alvarez - Coordenador Nacional da Pastoral de Juventude de Cultura de Paz - Costa Rica
  • Carlos Tamez Ruiz - Equipe Nacional -Costa Rica Pastoral Juvenil de Cultura de Paz
  • Joaquin Peña - Coordenador Nacional da Pastoral Juvenil de Cultura de Paz - Uruguay
  • Adriana Bertinat - Coordenadora Nacional da Pastoral de Juventude - Argentina
  • Azucena Alvarez - Coordenador Nacional da Pastoral de Juventude de Cultura de Paz - El Salvador
  • Mirza Ramirez - Coordenador Nacional da Pastoral de Juventude de Cultura de Paz - Guatemala
  • Jessie Matamoros – Equipe Nacional da Pastoral Juvenil de Cultura de Paz - Honduras
  • Ester Armand Ugon - Coordenadora Regional Rio de la Plata – Pastoral Juvenil de Cultura de Paz
  • Mauricio Chala - Coordenador Nacional da Pastoral de Juventude de Cultura de Paz - Colombia
  • Tatiana Ribeiro - Coordenador Regional Brasil da Pastoral Juvenil de Cultura de Paz
  • Junier Batista - Coordenador Nacional da Pastoral Juvenil de Cultura de Paz - Panamá
  • Laura Baltodano - Coordenadora Regional Mesoamérica da Pastoral Juvenil Cultura de Paz
  • David Hernandez - Coordenador Nacional da Pastoral de Juventude de Cultura de Paz - México
  • Mario Medina - Equipe Nacional da Pastoral Juvenil de Cultura de Paz – México
  • Josue Yparraguirre - Coordenador Nacional da Pastoral de Juvenil de Cultura de Paz – Peru

O que é o EAPPI?

O PAEPI/EAPPI, um programa do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), foi estabelecido em 2001 e, desde então, cerca de 1.100 voluntários tiveram a oportunidade de residir na Cisjordânia, acompanhando a situação humanitária de sete localidades diferentes: Jerusalém Oriental, Belém, Hebron, Yatta, Tulkarm/Jayyous, Yanoun e Al Ram.

O Programa tem como objetivos primários o monitoramento de violações a Direitos Humanos e o provimento de presença protetiva a comunidades palestinas em situação de vulnerabilidade. Além disso, o PAEPI, visando a não tomar lados no conflito, e apregoando a busca por uma paz justa, guia-se pelos princípios do Direito Internacional Humanitário e dos Direitos Humanos, aí incluídas as diversas resoluções da ONU sobre o tema.

Mais informações sobre o programa você encontra no site www.eappi.org