FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

CAPA participa de conferência preparatória para a Rio+20

Agricultura em parceria com a natureza será o tema principal do workshop "Pequenos agricultores e as mudanças climáticas", ministrado pela coordenadora do Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (CAPA) núcleo Pelotas, Rita Surita, no dia 12 de maio. O workshop, em formato virtual, faz parte da conferência preparatória para a Rio+20, intitulada “Verde e Justo”, organizada pela área de Juventude da Federação Luterana Mundial (FLM), em colaboração com o Serviço Mundial e o Escritório para Eventos Internacionais do Departamento de Teologia e Testemunho Público. A proposta é unir, pela internet, pessoas das 145 igrejas-membro da FLM e do mundo ecumênico para discutir e trocar ideias sobre a erradicação da pobreza e justiça econômica.

A ação está vinculada ao projeto Criatitude rumo a Rio+20, que vai levar jovens luteranos à conferência internacional que acontece em junho, no Rio de Janeiro. O projeto está sendo coordenado pelo Conselho Nacional de Juventude da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (CONAJE/IECLB), a FLD e a Secretaria Geral da IECLB e tem parceria com a Rede Ecumênica de Juventude (REJU).

O objetivo da oficina do CAPA é apresentar os desafios básicos que os agricultores familiares do sul do Brasil enfrentam, compartilhar os métodos e as abordagens básicas da agricultura ecológica e as iniciativas para criar um novo paradigma da agricultura e conectar as experiências brasileiras com experiências dos participantes nos seus países de origem.

De acordo com a coordenadora do CAPA/Núcleo Pelotas, conhecer a realidade e o trabalho de diferentes povos e culturas torna as pessoas mais solidárias e participativas. “Repartindo nossa experiência, do sul do Brasil, de agricultura familiar e produção de alimentos em parceria com a natureza, queremos animar as pessoas a encontrarem soluções criativas e formas de transformar a realidade ao seu redor, contribuindo para um mundo mais justo e equilibrado”, completa.

Para Rita, existem três medidas principais que devem ser tomadas pelas igrejas-membro da FLM para se tornarem mais “Verde e Justas” na área da agroecologia: criar consciência entre seus membros para ampliar o consumo de alimentos ecológicos, preferencialmente os produzidos pelos pequenos agricultores nas comunidades locais; criar espaços de integração e troca de vivência entre jovens das cidades com os jovens rurais; apoiar processos de desenvolvimento sustentável e ecológico junto aos agricultores familiares, preferencialmente para as mulheres agricultoras como promotoras de uma vida mais saudável para as famílias e comunidades.

O CAPA Pelotas foi convidado a ministrar o workshop devido ao seu trabalho com agricultores familiares, comunidades quilombolas, indígenas e assentados da reforma agrária, realizado ao longo das últimas três décadas no sul do Rio Grande do Sul, com atuação nas áreas de produção de alimentos agroecológicos, organização social e protagonismo. Seu trabalho é fruto da iniciativa inovadorada Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) – que fundou um serviço de apoio a agricultores familiares – e conta com a parceria da Fundação Luterana de Diaconia (FLD) e também com o Evangelischer Entwicklungsdienst (EED) – Serviço das Igrejas Evangélicas na Alemanha para o Desenvolvimento.

O seminário tem início às 8h e termina às 16h, sendo que o workshop "Pequenos agricultores e as mudanças climáticas” começa às 15h e pode ser acompanhado em inglês, alemão, francês ou espanhol. A maior parte do conteúdo será em vídeo, mas também poderão ser feitas perguntas em tempo real, utilizando-se o chat de texto.

Abaixo, o passo a passo para participar da conferência.

 

1) Cadastre-se no site:

http://lwfyouth.us2.list-manage.com/subscribe?u=b3910051ef35d3584eba38e04&id=d54cd67f11

2) Você vai receber um email com várias instruções. 

3) Acesse o hotsite da Conferência (onde vai acontecer o evento): http://lwfconference.org/ 

Aqui você pode explorar todos os recursos, como o programa (horário), palestras, estudos bíblicos, lounge (espaço para chat), seminários e palestrantes. Para poder fazer contribuições escritas, você deve colocar seu nome de usuário e email no lado direito. Você receberá então uma senha, no seu email, com a qual poderá acessar a área restrita do site, que conterá o seu nome, etc. Importante mencionar que o idioma pode ser escolhido no menu da direita. 

Palestras: Você terá acesso às palestras clicando na aba Keynote (em inglês). As palestras serão visíveis como vídeos, e só estarão disponíveis no dia do evento. As perguntas deverão ser feitas por escrito, e passarão por um moderador, antes de chegar ao palestrante. 

Estudos Bíblicos: Os estudos bíblicos serão exibidos como vídeos.Depois, você pode discutir as questões com outros participantes e contribuir a sua opinião na seção de chat de texto. Estarão disponíveis para acesso após o evento. 

Webinars: Para participar, clique na aba Webinar. Você pode participar de quantos você quiser. O webinar será hospedado em outro site. PORTANTO, por favor, entenda que você terá que digitar seu nome e endereço de e-mail novamente. Para ter tudo correr bem, por favor atualize o programa script "Java" no seu navegador Internet.

Lounge: Durante todo o dia, você pode entrar em contato com outros participantes no Lounge (sala de estar) e conversar com eles diretamente. Se você clicar no ícone de alguém, os dois podem ter uma conversa particular. Estarão participando mais de 300 pessoas de todo o mundo. Para acessar este recurso, é necessário estar logado, com o seu nome de usuário e a senha, que será enviada para o seu email. 

Traduções:

- As palestras e estudos bíblicos são legendados em quatro idiomas (Inglês, Espanhol, Francês e Alemão)

- As funções de chat de texto oferecem a possibilidade de tradução pelo Google translate.

O horário de início será às 8h da manhã. Não é necessário participar de todo o encontro, porém tente aproveitar ao máximo, pois o conteúdo será realmente muito bom! De qualquer forma, faça a sua inscrição! 

 

Texto: Rocheli Wachholz/CAPA