FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Catadores demonstram solidariedade a parceiros de Porto Alegre e Pelotas

Após o encerramento da audiência pública do Movimento Nacional de Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR/www.mncr.org.br e www.facebook.com/mncrrs) realizada no dia 11, na Assembleia Legislativa, em Porto Alegre (RS), foram lançadas campanhas em solidariedade a Porto Alegre e Pelotas, municípios que estão indo contrário as diretrizes nacionais e internacionais de gestão sustentável dos resíduos sólidos.

Os 400 catadores presentes no evento caminharam até a prefeitura da capital gaúcha para exigir que o prefeito José Fortunati reveja sua posição a respeito do projeto de incineração que pretende implementar na capital, bem como o projeto de retirada dos catadores das ruas de Porto Alegre. Além disso, os catadores levaram a proposta para que a Coleta Seletiva Solidária seja adotada na cidade.

A comissão foi atendida pelo secretário adjunto de Governança, Marcos Botelho, e pelo coordenador para Assuntos Institucionais do Gabinete do Prefeito, Gil Soares Almeida.

Durante a reunião a comissão do movimento entregou documento exigindo que seja respeitada a Política Nacional dos Resíduos Sólidos, através da consideração das propostas do MNCR na elaboração do Plano Municipal de Resíduos. Também houve a reivindicação para que  as organizações de catadores assumam a coleta seletiva no município e para a retirada do processo de implementação de qualquer tecnologia de recuperação energética de resíduos com base na incineração.

Almeida comprometeu-se em agendar um a reunião como prefeito. “Hoje foi um dia muito importante, conseguimos mostrar para todo estado, Brasil e até outros países a situação de Porto Alegre, é bom que nossos governantes saibam que o mundo está de olho neste caso, só temos a agradecer a solidariedade dos grupos do interior e da imprensa para esta causa, que na verdade é uma causa de todos” conclui Ademir Nazaré Vargas Menezes, catador e militante do MNCR.

As situações de Porto Alegre e Pelotas serão levadas para a cúpula dos povos na Rio+ 20, que acontece entre os dias 15 a 23 de junho no Aterro do Flamengo na capital carioca.

Texto: Assessoria de imprensa MNCR/RS


Fotos: Marlui Tellier