FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Debate sobre mulheres e Economia Solidária na Feira do Livro em Porto Alegre

No domingo, 11 de novembro, a FLD participou, por meio da assessora de projetos Angelique van Zeeland, do debate Mulheres na Economia Solidária, no estande da Câmara de Vereadores, na Feira do Livro, em Porto Alegre (RS – 26 de outubro a 11 de novembro). 

De acordo com os dados do Mapeamento Nacional de Economia Solidária, dois terços dos/as participantes da Economia Solidária são mulheres. Através do Fundo de Projetos da FLD foram apoiados 595 projetos, de 2000 a 2012; destes, 131 (22%), na área de Justiça Econômica para projetos de Economia Solidária. Dos projetos, cerca de 70% destinaram-se ao público de mulheres. Os projetos contribuem para a autonomia econômica e para a incidência em políticas públicas.

De acordo com Angelique van Zeeland, os diferenciais dos projetos de mulheres na economia solidária são a gestão democrática e a construção de relações de trabalho emancipadoras e geradoras de igualdade de gênero. Isso pode ser demonstrado com o depoimento da Isabel Cristina de Souza Cunha, coordenadora da cooperativa Cooperbom, que conta com 56 pessoas, mulheres e homens. Ela menciona como principais avanços e aprendizagens no processo de autogestão e a construção de relações de gênero equitativas e solidárias.

Outro diferencial é a atuação na comunidade, no apoio a grupos que estão iniciando e na luta pelo direito das mulheres a uma vida sem violência. Como exemplo foi mencionado o envolvimento das integrantes da Cooperativa Vida Saudável no bairro Guajuviras, em Canoas (RS), como promotoras legais populares, atuando na superação de violência doméstica.

No debate do dia 11 foi reforçada a importância de políticas públicas, tais como a Política Estadual para Compras Governamentais da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais e da Economia Popular Solidária – Compra Coletiva/RS (Lei n? 13.922/2012), divulgada em janeiro durante a instalação do Conselho Estadual de Economia Solidária, da qual a FLD é membro.

As vereadoras Maria Celeste e Fernanda Melchionna afirmaram seu compromisso com o avanço dos direitos das mulheres e da economia solidária, através de construção participativa de políticas públicas de fortalecimento da economia solidária.