FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Em meio à tragédia, comunidade constrói redes de solidariedade

“Vivemos um cenário de guerra”, contou o pastor da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) em Santa Leopoldina (ES), Rodrigo Seidel. “Foram seis dias de água direto, nas ruas, nas casas, nas lojas. O rio passou mais de 10 metros do seu nível normal. Das outras vezes, a água sempre baixou. Desta vez, não”.

Pastor Rodrigo, que atua na localidade desde 2003, viveu de perto a situação de tragédia que se abateu no Espírito Santo, com as intensas chuvas das últimas duas semanas. Muitas famílias perderam os seus pertences e suas casas estão sendo condenadas pela defesa civil do município e do estado. As estradas estão danificadas. Pontes foram levadas pelas águas.

A casa pastoral foi alagada – o pastor e sua família foram acolhidos em casa de amigos –. A igreja e o espaço comunitário, do outro lado do rio, foram muito afetados. A cozinha, salão, pátio, ficaram cobertos de água e entrou água nas salas de ensino confirmatório e escritório.

Inúmeras famílias luteranas ficaram isoladas, sem estradas, sem pontes, sem energia e sem telefone. Membros de outras comunidades (Caruaru) conseguiram chegar no dia 25 e 26 e ajudaram na limpeza das casas, das igrejas e das ruas. “Em meio a tanta dor, muita solidariedade. Não se olhava a quem ajudar, mas se pensou em aliviar a dor das familias afetadas”, afirmou Rodrigo. “Tenho orgulho da nossa igreja e de nossos membros.”

Natal compartilhado

Com a chegada do dia 25, no meio do caos, com o templo sem condições, o que fazer para comemorar o Natal? “Ouvi os sinos da igreja católica e fui falar com o padre. Combinamos de fazer uma celebração ecumênica”, contou Rodrigo.

As pessoas foram convidadas pelo alto-falante da igreja católica. O povo compareceu. Cerca de 60 crianças também estiveram lá. Todas ganharam brinquedos e um pacotinho de Natal.

“Foi indescritível. Pessoas de várias denominações religiosas, autoridades políticas de diferente partidos, a comunidade em geral, quem conseguiu chegar, participou. Celebramos a vida. Celebramos a proteção de nosso Deus bondoso e misericordioso. Foi um dos momentos mais emocionantes que já vivi nos meus 16 anos de ministério.”

Papai Noel de barco

“’O senhor é o pastor Rodrigo?’, perguntou um menino, de cerca de seis anos, enquanto estava organizando o recebimento e entrega de cestas básicas, água e roupas. Quando disse sim, ele pediu – ‘o senhor me dá um carrinho?’ –. Mas por que você quer um carrinho? ‘Por que a mãe disse que este ano o Papai Noel não vem pra Santa Leopoldina.’”

“Olhei e vi um carrinho vermelho sobre as pilhas de coisas. Quando entreguei, ele abraçou a minha perna”, lembrou Rodrigo. “Agradeceu e disse que nunca havia recebido um brinquedo tão bonito.”

O pastor disse ter compreendido, naquele momento, o significado do Natal e da benção “a Paz de Cristo esteja contigo”. “Aquele menino e eu, com certeza, tivemos o Natal mais significativo de nossas vidas. E decidi colocar um Papai Noel no barco e sair distribuindo balas para as crianças. Deus nos abençoou muito. Só podemos agradecer.”

Reconstrução

“Vamos levar muto tempo para reeguer Santa Leopoldina”, avaliou pastor Rodrigo. “O município é pequeno, os recursos vêm da roça. O interior também foi muito atingido. Nós e a Igreja Católica abrimos uma conta conjunta para arrecadar dinheiro.” No final de janeiro, a ideia é fazer um levantamento das famílias que estão em maior dificuldade. Neste momento, ainda não se tem a dimensão exata da destruição.

“O trabalho está apenas começando. O emergencial foi feito. Agora, precisamos juntar forças para aliviar a dor das pessoas e fortalecê-las para que possam reiniciar suas vidas.”

Doações

Comunidades ou mesmo pessoas físicas podem ser solidárias com o povo capixaba, enviando doações em dinheiro para a conta da IECLB:

  • Banco do Brasil: Agência 0010-8 – Conta corrente 60.000-8; CNPJ 92.926.864/0001-57.

Os valores e origem dos valores devem ser informados, via o endereço secretariageral@ieclb.org.br. A partir do levantamento das necessidades que o Sínodo Espírito Santo a Belém fará, as doações serão devidamente encaminhadas.

O Sínodo Espírito Santo a Belém também disponibilizou contas bancárias para o recebimento de auxílio financeiro:

  • Bradesco: Agência 2197-0 – Conta corrente 7.204-4
  • Banestes: Agência 271 – Conta corrente 6.391.809
  • Sicoob: Agência 3008 – Conta corrente 71.467-4

Últimas informações da Defesa Civil – 28 de dezembro

Sobe para 24 o número de vítimas fatais confirmadas, em decorrência das chuvas. Seis pessoas continuam desaparecidas. Mesmo não chovendo no estado, algumas localidades foram atingidas por inundação na madrugada do dia 28. O Rio Doce voltou a subir, afetando Pontal do Ipiranga, município de Linhares, onde a ponte de acesso ficou danificada. Algumas localidades que estavam completamente isoladas estão sendo atendidas por tratores, barcos e helicópteros. Muitos municípios continuam sem energia elétrica e com riscos de deslizamentos de terra. A Secretaria Nacional de Defesa Civil cessou os alertas de enxurrada, mas continua emitindo alertas de Risco de deslizamento de terra nas regiões com mais chuvas.


Fotos: Rodrigo Seidel/Mateus Krauser Seidel/Marcos Rauta/Gel Dantas, entre os dias 20 a 25 de dezembro. Foto da home: Só de barco para chegar no escritório da comunidade luterana. Fotos 1 a 11, abaixo: a água vai subindo rápido, também na casa pastoral (12 e 13). Fotos 14 e 15: Doações de Caruaru, da comunidade luterana. Foto 16: Organizando doações de leite. Fotos 17 e 18: Pastor sinodal Joaninho Borchardt descarrega suprimentos. Fotos 19 e 20: Mais um caminhão de Domingos Martins. Foto 21: Equipe de voluntários.