FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Em rede: encontro de instituições promove diálogo sobre Direitos e Diaconia Transformadora

19-09-2017

Trinta e duas lideranças, representando 22 organizações diaconais das articulações Norte, Nordeste e Centro-Oeste e Sudeste participaram do Encontro Inter-regional da Rede de Diaconia, realizado entre os dias 29 e 31 de agosto, em Vespasiano (MG).

As reflexões em torno da temática Direitos e Diaconia Transformadora contaram com a assessoria de Rosiana Queiroz, filósofa e teóloga ativista de Diretos Humanos, atuante na Sociedade Maranhense de Direitos Humanos e coordenadora de equipe do Programa Estadual de Proteção às Defensoras e aos Defensores de Direitos Humanos do Maranhão.

Rosiana salientou que a igreja precisa estar atenta para a garantia dos direitos humanos. “A luta tem que 'entrar' na igreja, ao mesmo passo que se olha para fora. É necessário juntar ação diaconal com o que está passando na sociedade, pois não se faz direitos humanos sem ousadia. Temos que nos envolver, encaminhar e acompanhar e não ficar somente nos instrumentais”.

"Para dentro dos espaços e instâncias da igreja (os membros, a comunidade e as estruturas) usemos a linguagem diaconal; para dentro dos espaços institucionais de mobilização e de deliberação da sociedade (conselhos, fóruns, movimentos, campanhas), usemos a linguagem normativa".

As passagens bíblicas utilizadas no encontro apontam para práticas diaconais transformadoras com Direitos Humanos. Como exemplo, a passagem de João 6.1:15, que narra a multiplicação dos pães; Mateus 5.1:12, com o sermão da montanha; Mateus 5.13:16, sobre sermos o sal da terra e luz do mundo, e os capítulos 6 e 7 do livro de Mateus, que traz conselhos sobre como agir em diferentes situações.

Houve momentos de reflexão e construção coletiva sobre os papéis das representações, do Grupo Gestor e do Grupo Coordenador, além de análises de proposta de curso de formação, de diagnóstico sociodiaconal, de intercâmbios da juventude, de implementação do Plano de Ação de Missionária (PAMI), da IECLB, e de qualificação dos processos de comunicação.

As representações também foram instigadas a refletir sobre gestão democrática, governança e sustentabilidade por meio de uma dinâmica chamada Carrossel. Esta construção servirá de subsídio para a estruturação do plano de capacitação a ser implementado no próximo ano. Concepções como essas, alicerçadas nos direitos humanos, na justiça de gênero, na diaconia transformadora e nas iniciativas de incidência, serão os elementos estruturantes deste processo de formação.

Durante encontro, foi possível dialogar com as lideranças e conhecer as instalações, o contexto e o trabalho do Lar Luisa Griese, em São João da Lapa (MG), e do Centro de Integração Martinho, em Belo Horizontem (MG). Mantidas pela Instituição Beneficente Martinho Lutero (IBML), as duas são exemplo da qualidade, da pluralidade e da complexidade dos trabalhos realizados pelas entidades integrantes da Rede de Diaconia.