FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Gestoras e gestores públicos buscam articular redes para a efetivação da PNRS

"O fato de representantes de órgãos públicos e organizações de apoio terem sentado juntas e juntos e pensado em formas de trabalhar em rede foi um dos grandes resultados deste evento", afirmaram integrantes do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) e da equipe da Fundação Luterana de Diaconia (FLD), referindo-se ao Encontro Estadual Catadoras e Catadores em Rede - Fortalecendo a Reciclagem Popular. Promovido pelo MNCR e pela FLD no dia 3 de junho, em Porto Alegre (RS), como uma das ações do Projeto Petrobras Sociambiental, o encontro teve como tema principal os avanços, entraves e desafios da implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Mesa de abertura

Integraram a mesa de abertura a diretora do Departamento de Incentivo e Fomento à Economia Solidária (Difesol), da Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sesampe), Nelsa Nespolo;; o diretor adjunto do Departamento Municipal de Lixo urbano (DMLU), Veridicino Albarello; e o irmão Antônio Cechin, figura histórica na caminhada pelas catadoras e catadores no RS. Também estiveram presentes no seminário: a representante do Movimento Nacional de Direitos Humanos, Beatriz Lang; a equipe da Associação de Preservação da Natureza do Vale do Gravataí (APN-VG), a Incubadora da PUC de Porto Alegre e a Avesol de Porto Alegre.

Painéis

Pela manhã, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Aspectos Legais e Reciclagem Popular deu o tom aos painéis, que ficaram a cargo do integrante do Comitê Interministerial para Inclusão dos Catadores (Ciisc)/Secretaria Geral da Presidência da República, Francisco Nascimento; da representante do Conselho Nacional do Conselho Nacional do Ministério Público, Margaret Matos de Carvalho; do promotor de Justiça do Ministério Público do RS, Daniel Martini, do procurador do Ministério Público do Trabalho do RS, Rogério Uzun Fleischmann; e do representante do MNCR, coordenador da Cooperativa de Catadores e Recicladores de Santa Cruz do Sul (RS) - Coomcat -, Fagner Jandrey.

À tarde, falaram sobre Organização de Catadoras e Catadores e Redes de Cooperativas e Associações a representante do Instituto Nenuca de Desenvolvimento Sustentável (Insea), Leila Regina da Silva, de Belo Horizonte (MG); a representante da Rede Catapoa, Graziela Alvez, de Porto Alegre; o representante da Rede Coleta Solidária, Carlos Alberto Santos Jorge, de Gravataí; e a representante da Rede Catapampa, Graziela Soares de Mello, de Santa Cruz do Sul.

Depois dos painéis, as e os participantes dividiram-se em grupos, para discutir e planejar ações para o fortalecimento das redes já existentes e a integração das e dos gestores neste coletivo.   


Fotos: Thais Künrich/FLD ACT Aliança