FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Iniciativa busca formar multiplicadoras e multiplicadores da Permacultura no Pampa

O Módulo I, Introdução à Permacultura, do curso Permacultura, design e consultoria no Pampa: formação de multiplicadoras e multiplicadores para atuação em permacultura, promovido pelo Projeto Pampa, da FLD, aconteceu nos dias 16 e 17 de junho de 2015, em Bagé (RS), com a participação de 30 pessoas, incluindo representantes de assentamentos, comunidades quilombolas e associações da agricultura e pecuária familiar, técnicas e técnicos da Emater e professoras e estudantes do Instituto Federal de Alegrete (RS). O curso contou com a parceria da Emater e do Instituto de Permacultura e Ecovilas da Pampa (IPEP).

A permacultura (cultura permanente), estratégia criada pelos australianos Bill Mollison e David Holmgren, envolve a observação da dinâmica dos sistemas naturais e sua aplicação no planejamento e implementação de áreas produtivas sustentáveis, potencializando qualidades ambientais e culturais regionais – partir da integração entre componentes de culturas tradicionais com saberes científicos interdisciplinares.

O curso Permacultura, design e consultoria é uma imersão teórica e prática nos conceitos do planejamento de sistemas sustentáveis para uma cultura permanente. A modalidade “Permacultura, Design e Consultoria no Pampa” se direciona para as especificidades do Bioma Pampa, com o objetivo de formar multiplicadoras e multiplicadores para a atuação nas regiões de abrangência deste Bioma.

Com uma carga horária de 96 horas/aula, o curso está dividido em cinco módulos, envolvendo os temas: introdução à Permacultura, manejo de solo, manejo de água, energias renováveis e bioconstrução, integrando teoria e prática e abrangendo a implementação de exemplos destes sistemas nos locais das atividades: assentamentos de Manoel Viana e São Francisco de Assis. A construção do curso ocorreu a partir das visitas de assessoria técnica desenvolvidas nestes assentamentos, com base nas demandas apresentadas.

O Módulo I ocorreu na sede do IPEP, em Bagé, envolvendo conceito, ética e princípios, além dos componentes necessários para a construção do planejamento de uma área com base na estratégia. Esse planejamento, chamado Design Permacultural, abrange elementos e suas conexões, zonas e setores, padrões naturais e efeitos de borda.

Integrantes do curso também participaram de uma trilha no IPEP, onde puderam observar técnicas ecológicas, como bioconstrução, banheiro seco e sistema de captação de água da chuva. Além disso, através de dinâmica de grupo com exercício de Design Permacultural, planejaram áreas rurais com base na permacultura, envolvendo diversidade produtiva, aproveitamento de água e nutrientes e aplicação de práticas ecológicas.