FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Neste inverno, ajude a aquecer corações e corpos dos Guarani Kaiowá

7-07-2016

Você pode contribuir!

Banco do Brasil 
Agência: 2904-1
CC: 25200-X
(Centro de Estudos Bíblicos – CEBI)


A campanha é uma iniciativa do FEACT-Brasil (Fórum de Igrejas e Organismos Ecumênicos do Brasil) e do PAD - Articulação e Diálogo Internacional. O Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), juntamente com a Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE) e o Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos (CEBI) convidam a todas as pessoas de boa vontade a mais este ato de solidariedade e compromisso.

Um ato ecumênico acontecerá no dia 15 de julho na área indígena Tey Jussu (Caarapó-MS), onde ocorreu forte massacre de pistoleiros há poucos dias (leia aqui). O momento também servirá como oportunidade para a entrega do que for adquirido com a campanha.

No ano de 2016, a população brasileira passou a marca de 206 milhões de pessoas. Conforme a expressividade deste número foi se desenvolvendo, apontando o crescimento demográfico e ocupação de território – invasores portugueses, negros de diversos países africanos trazidos escravizados, imigrantes de diversos outros países - a diversidade de pessoas e povoados indígenas, bem como seu acesso à terra foram, tragicamente, diminuindo. Os indígenas, os povos originários desta terra, atualmente somam 896 mil pessoas.

Os direitos dos povos indígenas são atacados frontalmente por grandes empresários do agronegócio – muitos destes, políticos ou aliados – que, em sua gana por dinheiro e poder, tem encurralado, sitiado, incendiado e destruído comunidades indígenas. Capangas de grandes coronéis torturam e assassinam crianças, homens e mulheres para apoderarem-se de suas terras sagradas, que muitas vezes são destinadas apenas para a produção de pasto aos bois.

Os governos nacional e estaduais, omissos, somente com muita pressão popular dão pequenos passos para resgatar a dignidade indígena no território brasileiro. Na maior parte do tempo, retrocedem e agem contra a vida e contra a cultura originária, sendo aliados ao agronegócio devastador e desertificador, instalando grandes usinas termoelétricas em meio a territórios habitados ou fundamentais para o funcionamento do bioma local, modificando leis e a constituição para subtrair direitos básicos dos nossos irmãos e nossas irmãs indígenas.

No Mato Grosso do Sul, a dura realidade de massacre aos indígenas está em evidência. O CEBI vem acompanhando, promovendo ações e noticiando as calamidades protagonizadas pelos latifundiários do estado, grandes pecuaristas ou plantadores de transgênicos, contra as populações indígenas em suas aldeias.

Um dos povos que mais tem sofrido ataques materiais e contra a vida é o Guarani-Kaiowá. São emboscadas à luz do dia e na calada da noite; incêndios criminosos nas moradias, sequestro e tortura de jovens, mulheres e crianças, assassinato das lideranças. Nesta situação caótica de perseguição e eliminação, o processo de empobrecimento extremo, exposição à fome, ao frio e a doenças coloca os e as indígenas numa situação ainda mais difícil.

28008720726_d3fd4e4116_o

COLABORE

O inverno tem sido difícil aos Guarani-Kaiowá. Há pouca comida e poucas roupas. Solicitamos a sua contribuição para tornar a vida deste povo minimamente confortável nesse período de resistência. Todo o valor arrecadado será revertido em roupas quentes e cobertores destinados aos Guarani-Kaiowá. Deposite qualquer valor para:
Deposite qualquer valor:

Banco do Brasil 
Agência: 2904-1
CC: 25200-X
(Centro de Estudos Bíblicos – CEBI)


Fonte: CEBI