mulher-catadora


Notícias

"Saio daqui com muitas ideias para nossa cooperativa"

29-03-2017

Catampampa Santa Cruz do Sul_capa matéria

As cooperativas Coomcat, de Santa Cruz do Sul, e Cootracar, de Gravataí, receberam a visita de catadoras de materiais recicláveis, vindas da fronteira Oeste e da região metropolitana de Porto Alegre.

Momentos de intercâmbio estão previstos no Mulher Catadora é Mulher que Luta, com visitas de mulheres das 24 cooperativas e associações que compõem o projeto à Coomcat, em Santa Cruz do Sul (RS), e Cootracar, em Gravataí (RS), centros regionais de referência na área da coleta de materiais recicláveis. O aprendizado se dá a partir da troca de experiências e de conhecimento de catadoras e de catadores.  

A primeira visita aconteceu no dia 26 de janeiro, na Coomcat, com a participação de seis catadoras da Aclan, de Uruguaiana, e da Arpes, de Santiago (RS). No dia 31 de janeiro, foi a vez da Cootracar receber 10 visitantes das cooperativas Coopermag e Renascer, de Canoas, Uniciclar, de São Leopoldo, e Cootre, de Esteio. 

“Estou saindo daqui com muitas ideias e vou apresentá-las ao grupo”, disse Márcia Oliveira, da Cootre, de Esteio (RS). “Um exemplo é a forma como o trabalho é feito na esteira pelo pessoal daqui. Nós também separamos o material numa esteira, mas de um jeito bem diferente. Depois da visita, vamos ajustar algumas coisas”. Fernanda Silva de Oliveira, da Coopermag, de Canoas (RS), também saiu entusiasmada. “Vi diversas coisas que podemos mudar, para melhorar o trabalho. Foi ótimo.”


O Projeto Mulher Catadora é Mulher que Luta é executado pela Fundação Luterana de Diaconia no RS, em parceria com o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis e financiado pela União Europeia.