FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

FLD-COMIN-CAPA no maior evento da Juventude da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil

27-07-2018

WhatsApp Image 2018-07-26 at 20.39.15

Dia 26, o Grito da Juventude em Teutônia

A Fundação Luterana de Diaconia (FLD) participou, juntamente com o Conselho de Missão entre Povos Indígenas (COMIN) e o Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA), do 24º Congresso Nacional da Juventude Evangélica da Igreja de Confissão Luterana no Brasil (Congrenaje), realizado de 22 e 27 de julho em Teutônia (RS), com o tema Vida digna: nosso compromisso e o lema Todas as vezes que vocês deixaram de ajudar uma destas pessoas mais humildes, foi a mim que deixaram de ajudar. (Mateus 25.45b).

O evento, que reuniu mais de 1.600 jovens de vários estados do Brasil, contou com palestras, oficinas e painéis temáticos, além de um local com estandes de divulgação do trabalho de diferentes organizações.

O estande da FLD-COMIN-CAPA esteve aberto à visitação durante todo o evento, com banners, vídeos e itens para comercialização. A FLD levou integrantes da Rede de Comércio Justo e Solidário, da FLD, que, além de divulgarem a ideia de outra forma de consumo, venderam produtos de grupos da Economia Solidária. A Nem Tão Doce Lar, exposição pela superação da violência contra as mulheres, foi montada no espaço e recebeu apoio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Teutônia, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Casa Mental e Coletivo Tônias. 

A exposição visa desmistificar a ideia de que violência doméstica é uma questão privada. “Na verdade, é questão de saúde pública e que também diz respeito às igrejas, organizações governamentais, da sociedade civil e dos coletivos. Desenvolvemos este projeto desde 2006, ano em que foi promulgada a Lei Maria da Penha. Antes de montá-la, oferecemos uma formação de oito horas sobre a temática com pessoas que trabalham no acolhimento das vítimas de violência doméstica, como CRAS, CREAS e Coletivo Tônias”, diz o assessor de projetos da FLD, Rogério Oliveira de Aguiar.

O COMIN trouxe anéis de tucum, feitos por mulheres Karo Arara, da Rondônia, que simbolizam o compromisso com as causas temáticas do encontro: justiça para os povos indígenas, justiça para grupos marginalizados. “Ao usar esse anel, as pessoas assumem um compromisso com a causa indígena”, disse a assessora Nienke Pruiksma. O COMIN também promoveu uma oficina, quando as e os jovens confeccionaram uma camiseta que exprimiu sua identidade e sua luta por justiça.

O CAPA, junto com a Ecovale (Cooperativa Regional de Agricultores Familiar), de Santa Cruz do Sul (RS), expôs produtos agroecológicos e materiais de divulgação. Para Lauderson Holz, “foi ótima uma oportunidade de dialogar com as e os jovens participantes do congresso e divulgar a proposta da Agroecologia”.

As três organizações compuseram as mesas dos painéis Saciar: a água nossa de cada dia, com a assessora de projetos Júlia Rovena Witt; Vestir-se: incluir e respeitar a diferença, com Douglas Kaingang, com o assessor de projetos do COMIN, Sandro Luckmann, e com o assessor de projetos da FLD, Rogério Oliveira de Aguiar; e Ninguém ficará com fome, com o assessor de projetos do CAPA, Lauderson Holz.

Congrenaje é o maior encontro da Juventude da IECLB 

"Participar do XXIV Congresso Nacional da Juventude foi uma experiência única e uma ótima oportunidade que IECLB proporcionou às suas juventudes. Tive o sentimento de beber da fonte da vida novamente. Senti que minha fé foi renovada. Enquanto estive no estande da Inclusão Luterana, pude reencontrar amigas e amigos, além fazer novas amizades. Como foi meu primeiro Congrenaje, quero muito participar dos próximos."

Felipe Beskow,  22 anos, Paróquia do Céu Azul, reside em Medianeira (PR)

“Não é fácil descrever esse caldeirão de sentimentos que o Congrenaje nos proporciona. O fato é que existe um antes e depois – transformações, desejos, sonhos, realizações e objetivos são traçados nesse período –, muitas vezes em parceria com pessoas que você acabou de conhecer e que se tornam amigas e amigos para uma vida inteira!

Nós, do Sínodo Espírito Santo a Belém, viemos a todo vapor com uma caravana de mais de 270 jovens, animados e animadas, para muitos a primeira experiência. Vê-los ter a sensação e o convívio com novas pessoas e novas realidades é surpreendente. Chegamos com um pensamento e muita vontade de aprender, saímos com varias injeções de ânimo para dar continuidade e para realizar novos trabalhos, saímos também com amizades improváveis e inesquecíveis! 

Ver a turma dos 'novos' passar por essa experiência pela primeira vez me faz lembrar a sensação que tive no meu primeiro Congrenaje em 2008, em Santa Maria de Jetibá (ES), onde moro, que foi meu divisor de águas para entrar no trabalho com a JE! Tenho orgulho de dizer que sou Luterana, que faço parte dessa história e que o CONGRENAJE mudou a minha vida!"

Thalita Rossow Vollbrecht, 24 anos, Paróquia de Jequitibá (ES)

Leia aqui a Carta Mensagem do XXIV CONGRENAJE

Imagens: Tobias Mathies