FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Nem tão Doce Lar é destaque nos 16 Dias de Ativismo pelo fim da violência

A exposição interativa Nem tão Doce Lar da FLD, que busca o fim da violência doméstica, foi destaque na programação da campanha 16 Dias de Ativismo pelo fim da Violência contra a Mulher em Pelotas, Panambi e Porto Alegre (RS). Em Pelotas, foi organizada pelo Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (CAPA), parceiro estratégico da FLD, com a participação do gabinete da deputada Miriam Marroni e do gabinete do vereador Beto da Z3.

Hoje aconteceu um ato público em frente à exposição, com a participação do vereador Beto, da delegada da Delegacia da Mulher de Pelotas Liziane Moraes Mattarredone, da coordenadora do CAPA Pelotas, Rita Surita, da pastora vice-sinodal do Sínodo Sul-rio-grandense, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Roili Borchardt, entre outras convidadas e outros convidados.

Em Panambi (RS), a Nem tão Doce Lar foi levada pela Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Mulheres e o pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), vinculados à Secretaria Municipal de Habitação, Trabalho e Ação Social. A campanha iniciou com uma atividade de capacitação feita pelo assistente de projetos da FLD, Rogério Aguiar, destinada a profissionais atuantes nas diversas áreas da rede pública de atendimento às mulheres.

“A repercussão nas duas cidades tem sido ótima. Em Panambi, inclusive, solicitaram que a exposição seja prorrogada até dia 6 de dezembro, pelo grande interesse que despertou. Diversas instituições – entra as quais, escolas – estão ligando para agendar visitas”, disse Rogério.

Em Porto Alegre, a Nem tão Doce lar foi montada no Colégio Pastor Dohms Unidade Zona Norte. A casa fica aberta para toda a comunidade escolar (funcionárias, professoras, estudantes e familiares). Alunas e alunos estão visitando a exposição, com as/os respectivas/os professoras/es.

Saiba mais sobre os 16 Dias 

A campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo fim da Violência contra a Mulher tem como objetivo promover o debate e denunciar as diferentes formas de violência contra as mulheres, em todo mundo. Usualmente a campanha inicia-se no dia 25 de novembro, Dia Internacional da Não-Violência contra a Mulher,  compreendendo o Dia Mundial de Luta contra a Aids (01/11), o Dia do Laço Branco (6/11), finalizando no Dia Mundial dos Direitos Humanos (10/12). No Brasil, o início se dá no dia 20 de novembro, Dia Nacional da Consciência Negra.

Foto: Nem tão Doce Lar em Panambi (RS).