FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Pensando Primeiro em Pessoas e Relações

29-04-2016

“A vida é rica, dinâmica”

O Grupo de Trabalho Metodologias de Planejamento Estratégico (GT), constituído pela Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Fundação Luterana de Diaconia, Programa Gênero e Religião e Instituto Sustentabilidade América Latina e Caribe, os dois últimos da Faculdades EST, reuniu-se pela segunda vez no dia 26 de abril de 2016, na Fundação Luterana de Diaconia, em Porto Alegre.

A ideia deste GT nasceu no InS em fins de 2014, fruto da preocupação e da busca por metodologias de planejamento estratégico mais adequadas às dinâmicas do universo eclesial, a suas estruturas e a suas organizações. A ideia logo encontrou eco nas buscas das outras instituições acima citadas. O ponto de partida das atividades do GT veio da primeira oficina realizada em 2015, que contou com a assessoria da Prof. Dra. Emilia Bretan e que oportunizou o contato inicial com o método intitulado “Mapeamento de Mudanças Alcançadas” (MMA).

O objetivo do GT é justamente a criação de um espaço para pesquisa, reflexão e produção de materiais sobre metodologia de planejamento estratégico, mais concretamente, podemos dizer que o GT visa a conhecer e ensaiar o uso de ferramentas e dispositivos que nos permitam identificar, formular, verificar, analisar e interpretar – em suma, prestar contas - os processos de transformação e os resultados dos programas e projetos que lideramos ou participamos.

O resultado da primeira oficina foi tão animador que o GT decidiu aprofundar o estudo desta metodologia. A segunda oficina contou com a assessoria do Prof. Dr. Alberto Bracagioli Neto, professor da UFRGS. O Prof. Alberto enfatizou nesta oficina os pressupostos (fundamentos teóricos e princípios) do MMA, sublinhando as diferenças em relação às metodologias conhecidas e amplamente usadas nas práticas de planejamento estratégico correntes. O Prof. Alberto procurou, de forma particular, demonstrar que cada metodologia tem aplicações e finalidades específicas.

As metodologias de planejamento correntes valem-se de uma matriz conhecida como “Marco Lógico”. Os pressupostos teóricos desta metodologia supõem relações de causa e efeito e ocupam-se, primariamente, com resultados quantificáveis. O aspecto inovador do MMA é justamente o esforço de identificar as mudanças de comportamento que ações desencadeadas pelas intervenções planejadas geram. Esta metodologia está, primariamente, interessada em pessoas e nas relações que estabelecem e como elas são afetadas pelos planejamentos. Estas não são relações de causalidade linear, pois a vida é rica, é dinâmica.

Esta oficina consolidou o GT que vislumbra agora a aplicação desta metodologia a casos concretos. Muitas perguntas, oriundas das experiências das e dos participantes, abriram um novo e importante painel de temas e questões. O GT seguirá com seus trabalhos presenciais em novembro. Entrementes, o grupo segue trabalhando através de uma sala virtual disponibilizada pela plataforma digital disponibilizada pela Faculdades EST.

Equipe Operacional do InS