FUNDAÇÃO LUTERANA DE DIACONIA

Notícias

Sínodo Nordeste Gaúcho convida FLD para coordenar Mostra Luterana

A Mostra Luterana, que faz parte da programação do Dia da Igreja do Sínodo Nordeste Gaúcho (da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB) desde 2008, está sendo organizada este ano pela Fundação Luterana de Diaconia (FLD). “O convite do pastor sinodal Altemir Labes fortalece a parceria que temos com o sínodo e, ao mesmo tempo, representa o reconhecimento da experiência da FLD e do seu trabalho junto a projetos diaconais”, afirmou o secretário executivo, Carlos Gilberto Bock. 

O Dia da Igreja do Sínodo Nordeste Gaúcho será realizado em Igrejinha (RS), no dia 3 de junho, com o tema Histórias de Vida e Fé. A Mostra Luterana, um dos itens que constam do programa, vai ter duas ênfases. “Estaremos divulgando projetos e organizações vinculadas à IECLB, com as quais a fundação tem parceria, como o Centro de Apoio ao Pequeno Agricultor (CAPA), o Conselho de Missão entre Indígenas (COMIN), a Associação Diacônica Luterana (ADL), entre outras”, disse a assessora de projetos Marilu Menezes, que coordena a organização do espaço. Ali também estarão instituições como a Editora Sinodal e a Faculdades EST. 

Junto disso, a FLD estará apresentando o projeto Rede de Comércio Justo Solidário: entrelaçando Comunidades. “Desde sua criação, em 2000, a Fundação Luterana de Diaconia apoia iniciativas comunitárias de geração de trabalho e renda e de grupos de economia solidária. Diversos destes grupos são ligados a comunidades luteranas, que, assim como outros, têm na comercialização sua maior dificuldade”, relatou a assessora de projetos. A proposta da rede é “juntar”, de um lado, grupos de trabalho e renda parceiros da FLD e, de outro, comunidades luteranas que, através da compra de produtos, estarão exercendo a solidariedade.

“Já pensou chegar a uma reunião da comunidade com os produtos em uma sacola ecológica produzida por quilombolas, colocar na mesa uma toalha bordada à mão por um grupo solidário de mulheres, tomar um saboroso café ou suco orgânico produzido por uma associação de agricultores familiares e ao final do encontro ainda preocupar-se em separar e destinar adequadamente o lixo?”, perguntou Marilu. 

Para sua implementação, o projeto Rede de Comércio Justo e Solidário: entrelaçando Comunidades conta com o apoio da Igreja Evangélica Luterana na América (sigla em inglês ELCA) e do Sínodo Nordeste Gaúcho - por meio da destinação de uma oferta sinodal no dia 11 de novembro e da promoção e divulgação da proposta.

 

Foto: Divulgação/Grupo apoiado pela FLD em Feira de Economia Solidária no Pará