DOAR AGORA

Oficina de autogestão reúne mulheres do Vale do Rio Pardo

Oficina de autogestão reúne mulheres do Vale do Rio Pardo
29 de março de 2017 zweiarts

Vinte e duas catadoras, representando cooperativas e associações de Rio Pardo, Passo do Sobrado, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul e Encruzilhada do Sul, vinculadas à Rede Catapampa, participaram nos dias 24 e 25 de março da Oficina de Autogestão, promovida pelo projeto Mulher Catadora é Mulher que Luta. A oficina foi realizada na sede do Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA)/Núcleo Santa Cruz do Sul (RS), parceiro da FLD.

Os temas trabalhados foram: a dinâmica da reciclagem de materiais na produção capitalista; o significado, história e experiências de autogestão; a importância das práticas feministas em um empreendimento solidário (sororidade e autogestão); e políticas públicas para catadoras e catadores.

A formação foi conduzida pela assessora de projetos, Adriane Schumacher da Costa, pelo assessor de projetos, Martin Zamora, que integram a equipe do Mulher Catadora é Mulher que Luta, e pela consultora Daniéli Busanello formada em musicoterapia e pesquisadora nas áreas de  Estudos Feministas e de Gênero, Violência contra as Mulheres e Teologia Feminista.

O Projeto Mulher Catadora é Mulher que Luta é executado pela FLD no RS, em parceria com o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR), e financiado pela União Europeia. Até o final do ano, estão previstas mais três oficinas, para as redes que participam do projeto.

Cadastre-se para receber nossa newsletter

Personel Maaşları