DOAR AGORA

​Gênero e os papéis atribuídos a cada uma e a cada um

​Gênero e os papéis atribuídos a cada uma e a cada um
2 de março de 2018 zweiarts

Duzentas e trinta e uma catadoras e catadores (152 mulheres e 79 homens), de 24 associações e cooperativas de diferentes cidades do Rio Grande do Sul, participaram, entre março de 2017 e fevereiro de 2018, das 12 oficinas de gênero, promovidas durante a realização do projeto Mulher Catadora é Mulher que Luta. A proposta dos encontros foi refletir sobre o que representa ser mulher e ser homem em nossa sociedade, e quais papéis específicos e condutas são atribuídos a cada uma e a cada um nas relações sociais.

As oficinas foram realizadas nas cidades de Porto Alegre, São Leopoldo, Canoas, Alvorada, Esteio, Uruguaiana, Rosário do Sul, Sant’Ana do Livramento, Rio Pardo, Passo do Sobrado, Cachoeira do Sul, Vera Cruz, Encruzilhada do Sul, Santa Cruz do Sul, Gravataí, Sapucaia, Viamão, envolvendo associações e cooperativas das redes Coleta Seletiva Solidária, Catapoa, Fronteira Oeste e Catapampa.

Cadastre-se para receber nossa newsletter

Personel Maaşları