DOAR AGORA

Coalizão pela Reforma Política realiza Dia Nacional de Coleta de Assinaturas

Coalizão pela Reforma Política realiza Dia Nacional de Coleta de Assinaturas
26 de novembro de 2013 zweiarts

“Assine e mude o país”. A Coalizão pela Reforma Política Democrática e Eleições Limpas realiza na próxima quarta-feira, 27 de novembro, a partir das 16h, o Dia Nacional de Coleta de Assinaturas. O objetivo do evento é dar inicio a nova fase da Campanha da Reforma Política Democrática e Eleições Limpas com a retomada da coleta de assinaturas. A concentração das pessoas ocorrerá no Museu Nacional, em Brasília. De lá, os participantes seguirão em marcha para a Rodoviária do Plano Piloto onde será realizado Ato Público com coleta de assinaturas.

A coalizão foi lançada no mês de setembro por 43 entidades da sociedade civil, com o objetivo de impulsionar uma campanha “cívica, unificada e solidária” para efetivar a Reforma Política e fortalecer os meios para alcançar a democracia direta. A FLD promoveu, em 10 de outubro, junto com o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs no Brasil (Conic), um debate esclarecedor sobre o assunto. Na oportunidade, o membro do colegiado de  gestão do Instituto de  Estudos Socioeconômicos (Inesc), José Antônio Moroni, apresentou o tema. A matéria completa pode ser lida aqui.

A intenção é coletar mais de 1,5 milhão de assinaturas, número exigido para que a proposta se torne um projeto de lei de iniciativa popular, e se for tratado rapidamente pelas/os congressistas, já possa valer para as eleições de 2014. Além de recolher assinaturas nas ruas, os cidadãos interessados em conhecer a proposta completa e assinar o projeto devem acessar o site no seguinte endereço: http://www.reformapoliticademocratica.com.br

Conheça os principais pontos abordados na proposta da Coalizão


  • Proibição do financiamento privado e instauração do financiamento público para as campanhas eleitorais.
  • Extinção do sistema de voto dado ao candidato individualmente nos casos de vereadores e deputados e adoção do sistema eleitoral do voto em listas pré-ordenadas constituindo o sistema ‘voto transparente.
  • Regulamentação do artigo 14 da Constituição em favor da democracia direta.
  • Maior participação de populações sub-representadas nas instâncias políticas e partidárias; e outros.

Cadastre-se para receber nossa newsletter

Personel Maaşları