Igreja Evangélica Luterana na Baviera visita famílias agricultoras ecológicas no Paraná

Notícias

Igreja Evangélica Luterana na Baviera visita famílias agricultoras ecológicas no Paraná

FLD-CAPA organizou uma visita da Delegação da Igreja Evangélica Luterana de Baviera (ELKB), da Alemanha, que veio ao Brasil para uma consulta com a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). A visita a famílias agricultoras ecológicas em Marechal Cândido Rondon (PR) aconteceu no dia 2 de outubro, logo após o final da Consulta IECLB-ELKB, realizada em Foz do Iguaçu, com o Simpósio Agrotóxicos e a Criação de Deus.

A delegação da ELKB esteve integrada pelo pastor Michael Martin, diretor do Departamento Ecumene e Vida Eclesial; Susanne Henninger e Hans-Martin Gloël, do mesmo departamento; Dorothea Droste, coordenadora do Setor de Projetos Ecumênicos; pastor Friederike Deeg, da Mission Eine Welt; e Walter Schnell, representante do Conselho. No simpósio, participaram também a pastora presidente da IECLB, pastora Silvia Beatrice Genz , o pastor 1º vice-presidente, Odair Airton Braun, o pastor 2º. vice-presidente, Dr. Mauro Batista de Souza, o secretário geral da IECLB, pastor Marcos Bechert, secretárias e secretários, pastoras e pastores sinodais e representação do Conselho da Igreja; da FLD-CAPA, a secretária executiva, Cibele Kuss, o coordenador do CAPA Rondon, Vilmar Saar, e o coordenador adjunto, Jhony Luchmann.

A relação da ELKB e a IECLB existe há décadas. As consultas, realizadas a cada dois anos, objetivam reforçar o trabalho conjunto e os laços de parceria. Além disso, preveem espaços de reflexão sobre assuntos diversos. “Este ano, falamos sobre agroecologia e o cuidado com a criação”, disse o conselheiro da ELKB e secretário para a América Latina, Hans-Martin Gloël. “Vimos na Alemanha, com muita preocupação, as notícias sobre as queimadas na Amazônia, os ataques aos povos indígenas, a violência contra lideranças do campo, o descaso com as mudanças climáticas”. Glöel lembra que estamos usando muito mais recursos do que a terra dispõe. “Já comprometemos o futuro das nossas filhas e filhos, e é nossa responsabilidade mudar a relação com a natureza, com os animais, com tudo que compõem a Criação de Deus”.

Famílias agroecológicas em Rondon

Da IECLB, acompanharam a visita em Marechal Cândido Rondon o assessor teológico da Presidência da IECLB, P. Dr. Emilio Voigt, o pastor sinodal do Sínodo Rio Paraná, Afonso Weimer, e a pastora da Paróquia de Marechal Cândido Rondon, pastora Sandra Fanzlau. Pelo Conselho do CAPA estavam presentes a pastora Ester Wilke, os pastores Ademar Giese e Mario Maass, e Lorita Sonntag e Evanir Kich, além de membros da equipe e coordenação do núcleo.

As visitas em Rondon tiveram como objetivo mostrar a realidade e a vida das famílias que fazem produção agroecológica. O roteiro teve início na sede do CAPA e no laboratório de homeopatia. Depois, o grupo esteve no moinho da família Gabe, que trabalha com o processamento de grãos orgânicos oriundos de famílias agricultoras orgânicas da região.

Após o almoço visitaram a Associação Acempre, para conhecer o modelo de comercialização coletiva de alimentos. A programação encerrou na propriedade da família Kaiser, onde conheceram a experiência de produção de hortaliças agroecológicas. Antes da saída, o grupo experimentou um típico café colonial, preparado especialmente pela família.

De acordo com o coordenador adjunto Jhony Luchmann, o simpósio trouxe uma  profunda reflexão de todos os malefícios que estão ligados aos agrotóxicos e a produção transgênica, sustentada e baseada numa perspectiva acadêmica/científica e técnica. “Refletimos e discutimos os impactos dos agrotóxicos nas mais diferentes áreas. E nesse sentido, visitar as iniciativas de agroecologia apoiadas e desenvolvidas pelo CAPA proporcionou uma dimensão ampla da importância de construirmos em conjunto ações concretas para garantia de um futuro”.