Diálogos na Semana da Consciência Negra

Notícias

Diálogos na Semana da Consciência Negra

Adriana da Silva Ferreira, da comunidade kilombola Coxilha Negra em São Lourenço do Sul – e integrante do Comitê dos Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa acompanhado pela Fundação Luterana de Diaconia (FLD) – esteve participando de atividades em Porto Alegre e Novo Hamburgo durante a Semana da Consciência Negra.

No dia 19 de novembro Adriana, que também é bonequeira, ministrou uma Oficina de Bonecas Negras na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FACED/ UFRGS). Ana Isabel de Melo dos Santos, que também integra o Comitê, foi quem organizou a atividade no âmbito do Programa de Ações Afirmativas da UFRGS.

No dia 20 de novembro Adriana esteve no Colégio Sinodal da Paz em Novo Hamburgo, dialogando com cinco turmas do oitavo e nono ano do Ensino Fundamental II e do primeiro e segundo ano do Ensino Médio. Além de estudantes, participaram das atividades as professoras de História Maria Eunice Jardim Schuch e Eliege Moura, as professoras de Língua Portuguesa Márcia Andréa Ortacio e Gabriela Soares e a professora de Química Carla Beltrão. Adriana falou sobre o que é ser kilombola, como é o cotidiano em um kilombo, quais as lutas e resistências vividas pelo povo negro e kilombola.

Esta atividade está vinculada ao projeto Educação para a Solidariedade e Paz,  coordenado pela FLD e Rede Sinodal de Educação, com participação do Conselho de Missão entre Povos Indígenas (COMIN), Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA), Secretaria de Ação Comunitária da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), entre outras organizações. Seu principal objetivo é fortalecer iniciativas transformadoras com as escolas.

Em ambas atividades Adriana divulgou os materiais do Comitê dos Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa: livro, vídeo e revista escolar, que tem o objetivo de valorizar a sociobiodiversidade do Pampa. Os materiais estão disponíveis aqui.