Nem tão Doce Lar no aniversário da Lei Maria da Penha

Notícias

Nem tão Doce Lar no aniversário da Lei Maria da Penha

No mês em que a Lei 11.340/2006 – Lei Maria da Penha completou 13 anos de existência, a exposição itinerante Nem Tão Doce Lar esteve em dois municípios de Santa Catarina. A metodologia prevê a realização de oficinas de capacitação de acolhedoras e acolhedores, como também palestras e rodas de conversa para sensibilização para o tema da superação da violência domestica e familiar.

Entre os dias 12 a 18 de agosto de 2019 a exposição integrou as atividades da Semana Ecumênica da Família na cidade de Canoinhas (SC). A parceria entre a Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Canoinhas/Sínodo Norte Catarinense e a Fundação Luterana de Diaconia (FLD) contou com o apoio da Secretaria Geral da IECLB, através do Fundo de Trabalho com Vítimas de Violência Doméstica, constituído a partir do plano de ofertas nacional. A exposição foi montada no salão da Igreja Matriz Cristo Rei, da comunidade católica, mesmo local onde aconteceu a palestra.

No dia 12 de agosto, aconteceu a oficina de formação para servidoras e servidores da Secretaria Municipal de Assistência, Educação e Saúde, para lideranças comunitárias e agentes de pastoral. No dia 13, aconteceu houve uma palestra sobre o tema “a paz só é possível mediante a superação das violências”, ministrada pelo assessor de projetos da FLD, Rogério Oliveira de Aguiar.

“Família: lugar de aconchego, cuidado, respeito e compreensão, no entanto, nem sempre esta é a realidade e a constatação de todas as pessoas”, disse a pastora Maíse Katiane Dhein, da Comunidade Luterana do distrito de Marcílio Dias. Para ela, por meio da exposição Nem tão Doce Lar foi possível refletir, conversar e encaminhar situações de violência familiar que estão em meio ao contexto em que vivemos. “Foram dias de profunda reflexão, informação e esclarecimentos. Precisamos nos dar as mãos e buscar transformação e conscientização.”

 

Nem Tão Doce Lar em Salto Veloso

Nos dias 20 e 21 de agosto de 2019, a exposição Nem Tão Doce Lar integrou as atividades de sensibilização para prevenção à violência doméstica e familiar, encabeçada pela Secretaria Municipal de Saúde de Salto Veloso (SC), alusivas ao mês de aniversário de 13 anos da Lei Maria da Penha. Houve uma oficina de formação sobre a metodologia da Nem tão Doce Lar, com a participação de profissionais das áreas de Saúde, Educação e Assistência. A casa foi aberta ao público no dia 20 de agosto, no Centro de Eventos, recebendo visitas de grupos, estudantes de escolas do município e visitas individuais.