DOAR AGORA

Notícias

FLD-COMIN-CAPA marca presença nas atividades do VII Congresso Latino-americano de Gênero e Religião
10 de setembro de 2021 Comunicação FLD

A Fundação Luterana de Diaconia  integrou as atividades do VII Congresso Latino-Americano de Gênero e Religião, da Faculdades EST, com os eixos temáticos “coragem, criatividade e esperança”, entre os dias 24 e 27 de agosto de 2021. O evento, organizado pelo Núcleo de Pesquisa de Gênero (NPG) e pelo Programa de Gênero e Religião (PGR), contou com 15 Grupos de Trabalhos (GT), 12 mesas temáticas, Oficinas, feira virtual de economia solidária e uma exposição organizada pelo IFSUL.A FLD-COMIN-CAPA esteve presente em duas mesas temáticas, dois Grupos de Trabalho e na Feira Virtual de Economia Solidária.

 

Na mesa temática Masculinidades e Justiça de Gênero para Esperançar foi composta pelo professor Rev. Chad Rimmer da Federação Luterana Mundial (FLM), Rogério O. Aguiar, teólogo e assessor de projetos da Fundação Luterana de Diaconia (FLD) e o professor Walberto Tejeda, do Centro Bartolomé de las Casas de El Salvador. A mediação foi do Professor Dr. André Musskopf, da Universidade Federal de Juiz de Fora.

 

 

A mesa temáticas Gestão Democrática Institucional com Justiça de Gênero participaram Angelique van Zeeland, assessora programática, como palestrante e Rogério Oliveira de Aguiar, assessor de projetos, como mediador.  Também compuseram a mesa Waneska Bonfim, coordenadora político-pedagógica da Diaconia Recife, a diácona Márcia Paixão, docente na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e a diácona Maria Elena Parras, da Igreja Evangélica Luterana Unida da Argentina.

 

O GT Diversidade e experiências de acolhimento foi desenvolvido a partir de uma parceria representações de coletivos, pastorais e organizações parceiras. A equipe organizadora foi constituída por Rogério Aguiar, FLD-COMIN-CAPA, Henrique Klein, do Anglicanxs+, Bob Luiz Botelho, do  Evangelicxs pela Diversidade, Luiza E. Kayser do coletivo Inclusão Luterana e Ana Claudia Figueiroa da Universidade Metodista de Angola. Este GT propiciou a partilha de experiências de coletivos e movimentos no trabalho de conscientização e sensibilização para espaços religiosos mais acolhedores para a comunidade LGBTQIA+. As experiências coletivas e individuais apresentadas, possibilitaram um panorama de ações inter denominacionais acontecendo em diferentes regiões do Brasil.

O GT Economia Solidária e Justiça de Gênero:  os reflexos da pandemia e resistências das mulheres da economia solidária nos territórios foi coordenado por Angelique van Zeeland e Renate Gierus, assessora de projetos da FLD-COMIN-CAPA, Aline Mendonça, coordenadora do Programa de Pós-graduação em Política Social e Direitos Humanos da Universidade Católica de Pelotas, Claudia Alvarez da Universidad del Bien Vivir de Argentina, e Sueli Angelita da Silva da Rede de Comércio Justo e Solidário. As participantes fletiram e discutiram sobre solidariedade, gestão democrática, processos de organização coletiva, justiça de gênero, criatividade e esperança como estratégias de enfrentamento da pandemia. O trabalho conjunto possibilitou visibilizar a resistência das mulheres na economia solidária em nível material, simbólico e espiritual. Foram compartilhadas 16 experiências e iniciativas inovadoras de outras economias, produzidas pelas redes de solidariedade de territórios rurais e urbanos, lideradas por mulheres de Argentina, Brasil, Paraguai e Peru.

Destacamos a continuidade dos trabalhos do GT após o término do Congresso, através da publicação de artigos e relatos de experiências em duas revistas: “Coisas do Gênero”, da Faculdades EST e “Educación y economía social”, da Universidad del Buen Vivir, Argentina.

Durante o congresso foi promovida a Feira Virtual da Rede de Comércio Justo e Solidário. A abertura foi marcada pela live de lançamento no dia 20 de agosto, através das redes sociais. O convite para a feira foi apresentado em formato de vídeos em todos os Gt´s e mesas temáticas. Artesãs e mulheres de empreendimentos econômicos solidários expuseram seus produtos de artesanato, alimentação e confeção. As pessoas participantes do congresso puderam passear virtualmente na feira de economia solidária e praticar o consumo responsável.

Cadastre-se para receber nossa newsletter

Personel Maaşları