Brincar também é aprender: crianças conhecem cultura indígena através de Brinquedoteca Multicultural

Notícias

Brincar também é aprender: crianças conhecem cultura indígena através de Brinquedoteca Multicultural

Uma mala que não guarda roupas e nem sapatos. Quem abre, encontra brinquedos, livros e elementos que geram surpresa e também muita curiosidade. Logo, as malas ficam vazias e o que havia nelas se espalha pelos diferentes cantos da sala de aula. Durante todo o mês de setembro, esse foi um ritual conhecido das alunas e dos alunos das escolas do município de Novo Hamburgo (RS). Através da Brinquedoteca Multicultural, as crianças tiveram a oportunidade de conhecer e ter contato com objetos que representam diferentes culturas e questões de gênero.

A ação, que teve lançamento na Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Boa Saúde, no começo do mês, é coordenada pela Organização Mundial para a Educação Pré-Escolar em Novo Hamburgo (Omep/NH), que distribuiu dez brinquedotecas na cidade, Campo Bom, Estância Velha, Morro Reuter e São Leopoldo (RS). A presidente da Omep NH, Rosane Romanini, afirma que a expectativa é que, até o final do ano, trinta colégios e mais de três mil alunas e alunos sejam envolvidas e envolvidos no projeto.

O COMIN colaborou com a brinquedoteca através da entrega de materiais da Semana dos Povos Indígenas e de cartilhas para trabalho com a Educação Infantil. Além das publicações, para retratar e trabalhar as culturas indígena e africana, as malas carregam artesanatos feitos pelas comunidades indígenas Guarani e Kaingang, como cestos, colares, bichinhos e maracás, e bonecas negras e bonecos negros representando super-heroínas e super-heróis, sereias e sereios, entre outras personagens.

Fonte: COMIN