“Trabalhamos como Empreendimentos Econômicos Solidários. Por causa da pandemia está muito difícil, quase impossível, trabalhar. Estamos totalmente sem renda.”

Notícias

“Trabalhamos como Empreendimentos Econômicos Solidários. Por causa da pandemia está muito difícil, quase impossível, trabalhar. Estamos totalmente sem renda.”

Mirela Cecilia Soares, do grupo Família Soares, seu companheiro e sua filha de 2 anos, assim como outras famílias trabalhadoras de Empreendimentos Econômicos Solidários do Vale dos Sinos, receberam, no dia 17 de junho, a segunda entrega de alimentos fornecidos pela agricultura familiar por meio da cooperativa Terra Livre. A entrega das 49 cestas, que também continham sabão produzido pela cooperativa Mundo Mais Limpo, da economia popular solidária, foi realizada por FLD-COMIN-CAPA como forma de contribuir na redução dos impactos sociais causados pelo avanço da pandemia.

A iniciativa teve apoio da BB Seguros e do banco BV, empresas do conglomerado Banco do Brasil, além da Cooperforte Cooperativa de Crédito, que destinaram recursos à Fundação Banco do Brasil para ações de assistência social, prevenção e combate à pandemia.

Ana Rejane Dias Celistre, da Associação de Artesãos da Feitoria (AAF), conta que, ao receber as cestas, não precisam comprar alimentos e, com isso, conseguem pagar água e luz. “Muita gente do nosso grupo tem famílias que precisam muito mesmo”. Luis Fábio Tavares Soares, também da AAF, vê o apoio como positivo. “Tem famílias com necessidade no nosso meio e essas cestas são muito importante para podermos nos manter durante a pandemia”.

Esta é a segunda fase do projeto, que iniciou em maio, atendendo catadoras e catadores de materiais recicláveis, acampamentos e assentamentos da reforma agrária, comunidades indígenas, comunidades kilombolas e empreendimentos econômicos solidários do Rio Grande do Sul e do Paraná.

Acesse, doe e compartilhe: coronavirus.fbb.org.br

#AgroecologiaEmDefesaDaVida #ComidaBoaNaMesa #AlimentoSaudávelÉumDireito #UnindoCampoeCidade #AgriculturaFamiliar #AgroecologiaÉoCaminho #ComidaDeVerdade #Agroeocologia #AgroecologiaÉvida #AgroecologiaEmRede #Solidariedade #Covid19