DOAR AGORA

Segurança alimentar para garantir a vida dos povos indígenas

Segurança alimentar para garantir a vida dos povos indígenas
15 de maio de 2020 Thais

Agroecologia em defesa da vida no enfrentamento à fome

Por intermédio de FLD-COMIN-CAPA, 457 famílias indígenas do Rio Grande do Sul foram beneficiadas com alimentos, fornecidos pela agricultura familiar por meio da Cooperativa Familiar Nossa Terra, da CAFSUL, e da União, assessoradas pelo Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA) núcleos Erexim e Pelotas, e da cooperativa Terra Livre, além de máscaras de proteção e produto de limpeza dos empreendimentos econômicos solidários Mãos Amigas, de Porto Alegre, e Mundo Mais Limpo, de São Leopoldo.

As entregas ocorreram nos dias 7, 8, 11, 12 e 13 de maio em 21 comunidades indígenas dos povos Guarani Mbya e Kaingang localizadas nos municípios de Barra do Ribeiro, Bento Gonçalves, Cachoeira do Sul, Camaquã, Canela, Carazinho, Constantina, Cruzeiro do Sul, Estrela, Erval Seco, Iraí, Lajeado do Bugre, São Leopoldo, Montenegro, Tabaí e Vicente Dutra.

A iniciativa teve apoio da BB Seguros e do banco BV, empresas do conglomerado Banco do Brasil, além da cooperativa de crédito COOPERFORTE, que destinaram recursos à Fundação Banco do Brasil para ações de assistência social, prevenção e combate à pandemia.

Historicamente mais vulneráveis às doenças causadas por vírus e bactérias e diretamente atingidos por um contexto de desassistência e violações de direitos, os povos indígenas vêm enfrentando inúmeros desafios diante da pandemia da Covid-19. Isolados para prevenir e controlar a transmissão do novo coronavírus, muitos sofrem com a impossibilidade de realizar suas atividades e vender seus artesanatos – principal fonte de renda de muitas famílias –, o que gera preocupação quanto ao agravamento da insegurança alimentar, principalmente nas aldeias em que a produção de alimentos é precária ou insuficiente.

A ação foi feita juntamente da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), respeitando as orientações e diretrizes dos órgãos de saúde e sanitários, e envolveu os Polos Base da Sesai de Barra do Ribeiro, Guarita, Passo Fundo e Porto Alegre.

Catadoras e catadores de materiais recicláveis, comunidades kilombolas, assentamentos e acampamentos da reforma agrária e empreendimentos econômicos solidários do Rio Grande do Sul e do Paraná também foram beneficiados nesta ação que, entre os dias 5 e 13 de maio, atendeu diretamente 1.900 famílias com um total de 30.400kg de alimentos.

Acesse, doe e compartilhe: coronavirus.fbb.org.br

#AgroecologiaEmDefesaDaVida #ComidaBoaNaMesa #AlimentoSaudávelÉumDireito #UnindoCampoeCidade #AgriculturaFamiliar #AgroecologiaÉoCaminho #ComidaDeVerdade #Agroeocologia #AgroecologiaÉvida #AgroecologiaEmRede